Arrisque-se

quarta-feira, julho 29, 2015

   
 


   Olá. Primeiramente gostaria de dizer que não sei explicar exatamente o que me levou a começar esse post. Sinceramente, acho que é uma forma diferente de conversar com vocês, mesmo que parcialmente. Esses dias parei para refletir em quantas oportunidades recebemos, quantas possíveis amizades aparecem, quantos momentos vivemos. Muitas vezes perdemos chances que a vida nos dá, não criamos ou aceitamos realizações e não geramos futuras boas lembranças. A questão não é específica, mas ultimamente meu primeiro pensamento tem sido simples, curto e direto: Arrisque-se. 
   Se posso dizer uma coisa, por experiência própria, é que tudo vale a pena. Se algo o faz duvidar, querer e não ao mesmo tempo, já é motivo suficiente para sorrir e correr o risco. Não digo no sentido de fazer qualquer coisa por aí, mas sim aquilo que você talvez não faria por comodismo, insegurança ou medo de se arriscar. 
   Cada um tem seus gostos, vontades e escolhas. Escolhas essas que fazem parte muito importante nas nossas vidas. Que dependem da vontade, da real visão do coração. Para estarmos realmente felizes, seguimos nossos sinais interiores que indicam nosso real desejo. Porém, muitas vezes nem tudo o que queremos é realmente tão simples, sem consequências que, por mais que não prejudiciais ou erradas, nos fazem recuar. É por isso que muitas vezes não sentimos a alegria de uma conquista, por puro medo do risco. 
   Enfim, não cabe a mim decidir nada na vida de outras pessoas, mas sei que conseguir aquilo que tanto almejamos é mais que gratificante. Portanto, posso dizer que corri o risco e não me arrependo nem um pouco. 

Você tamém pode gostar

0 comentários